Top
  >  Destino de bem-estar   >  O que fazer em Cunha – A Provence Paulistana

Há quem diga que Cunha é a “Provence Paulistana“, apelido devido à semelhança com a região de Florença, que fica no sul da França e é famosa por suas lavandas e oliveiras…

Somente por isso, já torna um desejo de muitos colocar esse destino na sua rota de viagens de bem-estar.

A cerca de 1.200 metros de altitude, Cunha tem um clima propício para o cultivo dessas flores terapêuticas (lavandas e oliveiras) que produzem desde óleos essenciais a condimentos culinários.

Trata-se realmente de um destino que exala bem-estar.

A cidade fica localizada na divisa com o Rio de Janeiro vizinha à Paraty. Em pouco mais de duas horas, partindo da capital paulista chega-se lá e nessa mesma direção, nossas experiências começam.

O Contemplário

O Contemplário possui visitação gratuita, além da contemplação dos campos de lavanda, há um café com uma bela vista e uma loja com produtos à base de lavanda. É um lugar é muito bonito e bem tranquilo, já que é menos procurado que o outro campo famoso de Cunha.

Endereço: Km 61.5, “Rodovia Vice Pref. Salvador Pacetti” – Taboão – Cunha/SP , 12530-000

O Lavandário

O Lavandário é conhecido como o campo mais famosos de Cunha e é muito procurado por quem quer fazer sessão de fotos no pôr do sol e a entrada custa 15 reais. A vista panorâmica das montanhas aliada às plantações de lavanda formam um cenário perfeito.

Uma lanchonete vende, entre outras coisas, sorvete de lavanda e a loja temática tem ótimos produtos à base de lavanda, verbena e alecrim.

Ambos os campos estão localizados na mesma rodovia e bem próximos um do outro.

 

Endereço: Rodovia SP-171, Km 54,7, S/n – Boa Vista, Cunha/SP, 12530-000

O Olival

O Olival possui uma plantação de oliveiras em Cunha que também nos traz a agradável sensação de estar numa pequena Provence.

Com entrada gratuita, possui uma ampla área verde, lago, patinhos e pés de amora. O restaurante do Olival, além de lindo é aconchegante e serve como aperitivo as azeitonas cultivadas na própria plantação. O tipo de experiência culinária que vale aproveitar.

Indicamos ainda outras duas atrações que envolvem bem-estar para visitar na região.

 

Endereço: Rodovia 171 – Cunha x Paraty, km 58,3 – Aparição, Cunha/SP, 12530-000

Parque Estadual da Serra do Mar

Com uma extensão impressionante de mais de 330 mil hectares que percorre o litoral leste a sul (desde o estado do Rio de Janeiro até São Paulo, abrangendo 25 municípios no total), o Parque da Serra do Mar, trata-se do maior território contínuo de Mata Atlântica preservada em todo o Brasil, abrigando até mesmo mais espécies por hectare do que a própria Amazônia.

Chegando lá, você pode tanto fazer trilhas em meio a inúmeras paisagens naturais de tirar o fôlego e aquecer o coração, como também aprender mais sobre o rico ecossistema do local, que inclui desde cachoeiras e rios, até matas de araucária e muito mais.

Pedra da Macela

Vale até guarda-chuva, que protege do sol também. =) rs

A Pedra da Macela é sem dúvida um dos passeios mais incríveis para quem passa por Cunha, pois ao chegar no topo da pedra,  em dias que o céu está limpo, é possível avistar as baias de Paraty Angra dos Reis e Ilha Grande. UMA VISTA ESPETACULAR! 

A trilha tem apenas 2km, porém é muito íngreme e em ambiente totalmente aberto ao sol, em estrada asfaltada, quase não tem áreas de sombra, então capriche no protetor solar e no chapéu, leve água para ir se hidratando na subida. 

Localização: Percorrer a Rodovia Cunha/Paraty até o km 66, sair à esquerda e após 5km chega à porteira que dá acesso à caminhada até o pico.

Cachoeira do Pimenta

Eleita não só como a cachoeira mais bela de Cunha, mas também uma das mais bonitas do interior de São Paulo, a Cachoeira do Pimenta é bastante visitada aos finais de semana e feriados.

Dica Amo: se puder, busque dias alternativos como durante a semana, para conhecê-la.

É formada por diversas quedas, que podem ser vistas desde o comecinho da estrada de acesso, e, no topo da cachoeira, elas se encontram em uma barragem e desaguam para criar um profundo poço natural, perfeito para mergulhos revigorantes.

Para chegar no poço, você pode tanto fazer o percurso de carro direto pela estrada e ir diretamente à base da cachoeira ou, deixar o carro lá em cima na estrada e descer a pé por uma trilha bem curta e simples para poder admirar toda a grande das quedas, de cima.

Chegando lá, você pode tanto fazer trilhas em meio a inúmeras paisagens naturais de tirar o fôlego e aquecer o coração, como também aprender mais sobre o rico ecossistema do local, que inclui desde cachoeiras e rios, até matas de araucária e muito mais.

Onde se hospedar?

Para completar esse destino especial e que você trará consigo além de recordações, uma intensa memória olfativa, indicamos o Espaço Flor das Águas, uma hospedagem de bem-estar na região que faz parte da Rota de Turismo de bem-estar,  classificado pela curadoria da Amo estar bem.

Clique aqui para ver  mais detalhes da pousada.

Agora que você já tem bastante informações para aproveitar o melhor de Cunha, basta se programar para curtir mais esse destino regado de energia boa que temos no nosso Brasil.

Lembre-se sempre,
Ame se sentir bem!

Somos uma comunidade que informa, compartilha e conecta você ao universo de bem-estar e autoconhecimento através do Turismo de bem-estar e Retiros.

Postar um comentário