Top
  >  Autoconhecimento   >  Como estão suas emoções neste final de ano?

Para falar de emoções é importante saber a sua origem:  A palavra emoção deriva do termo latino emovere, onde o e- (variante de ex-) significa “fora” e movere significa “movimento”.

Pedro Calabrez, especialista da Neurociência, define que as emoções são programas de ação, coordenados pelo cérebro, que gerenciam alterações por todo seu corpo. Estas alterações são ações no sentido amplo da palavra, ações que vão das vísceras aos comportamentos. As emoções servem para agirmos e reagirmos sem perdermos tempo e energia.

As emoções são automáticas, não são controláveis e servem para garantir a nossa sobrevivência, a partir do momento que as trazemos para a consciência elas são consideradas sentimentos que conseguimos identificar, nomear e identificar.

Este ano vivenciamos diversos momentos desafiadores, sem controle, instáveis e de muitas coisas novas. Coisas positivas e outras nem tanto! E com isso muitas emoções e sentimentos surgiram neste caminhar. Algumas emoções positivas que nos moveram para algo bom e também emoções negativas que nos fizeram fugir ou reagir.

Você percebe o que mais esteve presente nos seus dias?

Dizemos também que algumas emoções nos movem, chamamos elas de emoções de ações, importante é ter consciência e saber o que podemos aprender com estas emoções presentes.

Por exemplo a raiva, quando sentimos raiva muitas vezes por ser uma comunicação ineficaz, ou não ter deixado claro as nossas regras e necessidades. E quando trazemos isso para consciência podemos agir de forma diferente.

Para entendermos melhor nossas emoções e gerarmos ações, sugiro os 6 passos a seguir:

  1. Nomeie o que você realmente sente.
  2. Aprecie a sua emoção, ela sempre traz um recado para você
    • As emoções são importantes para gerar movimento.
  3. Seja curiosa (o) sobre a mensagem que a emoção te oferece.
    • O que eu quero sentir?
    • O que estou disposto a fazer para criar uma solução e dominar a situação agora?
    • O que posso aprender com essa emoção?
  4. Seja confiante.
    • O que você fez no passado que funcionou?
    • O que você fez de diferente?
  5. Mude a sua percepção.
    • Anote num papel 3 ou 4 estratégias capaz de mudar uma emoção.
  6. Entre em ação!
    • “Mate o monstro enquanto ele ainda é pequeno.”

Neste final de ano, aproveite para refletir e criar uma estratégia para fazer uma passagem de ano mais leve e equilibrado (a).

 

✒ Vetores by: Freepik.com

Uma busca pelo autoconhecimento e a paixão pela vida me fizeram escolher a Psicologia, algumas pessoas dizem que foi a Psicologia quem me escolheu. De formação em formação fui experimentando e me conhecendo para poder cuidar de mim e do outro. Espero partilhar meu conhecimento com vocês. 💖

post a comment