Top
  >  Destino de bem-estar   >  Chapada Diamantina: Onde ficar e como aproveitar as melhores experiências.

A Chapada Diamantina é um local imperdível pra qualquer amante da natureza. É um lugar muito privilegiado por sua formação geológica que remonta os tempos de formação da crosta terrestre.

 

São tantos detalhes de tirar o fôlego, que nesse artigo, falaremos um pouquinho sobre alguns deles.

Geologia

A Geologia no local é uma coisa a parte a ser estudada e explorada. E isso nos acompanha durante todo o tempo em que estamos explorando o local.

É impressionante por já ter sido um deserto fundo de oceano e por ter passado as eras glaciais em que as formações e os atrativos remontam a esse período e trazem peculiaridades totalmente diferentes um do outro.

Tem cânions, montanhas, enormes vales, uma região cheia de cavernas com um mundo subterrâneo a parte, vastas planícies, áreas de altitude que que favorecem a exuberância da flora e consequentemente da fauna.

É um local totalmente isolado onde você está no centro da Bahia, no meio do sertão e isso te traz essa sensação de estar num lugar muito remoto, muito especial e único, em um ambiente ainda primitivo, muito puro, muito natural.

Grandiosidade da Chapada Diamantina

Esse é um local em que realmente paramos e pensamos: como somos pequenos!

Imenso, gigante. Um lugar que a primeira instância pode assustar até quem já está acostumado com Chapada dos Veadeiros, Jalapão, Chapada das Mesas, Bonito, etc…

É uma região que que contempla vinte e quatro municípios Então, é necessário bastante estudo e bastante preparo para você aproveitar ao máximo possível tudo o que essa região tem a oferecer.

Há muitas trilhas com paisagens diversas, com cachoeiras lindas e enormes rios que cortam a chapada o tempo todo.

A Cultura, o Povo e o Turismo

Na chapada e em seus arredores, não é de surpreender que há uma cultura extremamente vibrante, extremamente apaixonante de um povo simples, mas que sabe se relacionar com a natureza, com uma inteligência que vai além da inteligência material, uma inteligência que atinge a correlação entre todos os seres da natureza, os visíveis e os invisíveis, um povo muito puro, muito simples, mas muito hospitaleiro que agrega um saber popular a todos os visitantes, extremamente valioso.

E falando em viajante, a Chapada Diamantina é feita para todos os tipos de turistas.

Você consegue ficar uma semana ou dez dias fazendo passeios de fácil acesso, sem muita exigência física.

Ou, você consegue passar um mês fazendo as maiores e mais incríveis trilhas do Brasil, como por exemplo a do Vale do Paty, que é uma travessia especial que deve ser feita por todo amante do ecoturismo em algum momento da sua vida.

Além dessa questão física, como a natureza, a geologia, a flora ou a fauna, há uma parte mais sutil que envolve esse destino.

Estamos falando da questão do magnetismo, do envolvimento espiritual e como isso atua no nosso corpo físico e no nosso corpo energético.

É um local de intensa atividade magnética e você realmente sente por isso, a necessidade de ficar e o intrigante é que a parti daí, você passa a ter novos pensamentos, novos sentimentos, antigas dúvidas se vão, novos questionamentos chegam…

 

Isso porque a natureza te proporciona isso, uma imersão aberto sob o olhar de dentro.

 

Há uma conexão que traz um novo entendimento sobre a unidade dos elementos, nós humanos, a natureza e toda a criação, tudo aquilo que a gente não vê.

Um local que vibra sentir esse novo tipo de olhar, esse novo tipo de consciência.

Sentir tudo isso é tarefa simples, basta apenas estar lá, porém, as expedições podem contribuir para trazerem isso a todo momento.

 

Através de expedições é possível realizar meditações guiadas, aulas de yoga, respiração e realizar diversas outras terapias dentro desse universo energético.

 

Com toda essa oferta vasta de boas energias, impossível não te tomar o corpo, crescer seu bem-estar e realizar uma verdadeira limpeza do seu mundo íntimo tranquilizando seus pensamentos.

É uma proposta de (RE)encontro incrível que acreditamos que todo mundo tenha que fazer uma vez na vida.

Devido ao tamanho do local, há uma infinidade de passeios e atividades que você pode realizar.

Mas aqui fica uma dica: você precisa ter cuidado pois é um local com pouca estrutura e muita natureza, então você está sempre exposto aos fatores como chuvas, trombas d’água, animais peçonhentos, etc. Indicamos que ao decidir explorar esse destino, que você tenha um acompanhamento, seja de um guia local, seja de uma operadora especializada.

Com isso, você se previne de eventuais acidentes, economiza tempo e garante a segurança de estar em um passeio em que você aproveitará da melhor forma.

Se você é daquele tipo de turismo que gosta de descobrir outras coisas que só uma pessoa local ou só alguém que tem um bom conhecimento pode te proporcionar, como por exemplo trabalho de artesãos, conhecer o melhor da culinária local ou aqueles lugarezinhos mais escondidos, aquelas dicas que só quem é da região tem pra dar, sabe?! Nós indicamos a Into Trip.

Eles propõem justamente isso. Não é uma excursão não é um tradicional grupo de viagens, mas sim uma verdadeira expedição que abre os seus caminhos, os seus olhares e que de forma coletiva, faça você aproveitar individualmente seu passeio.

Um grupo alinhado e coeso, com os mesmos objetivos em uma viagem, também é uma excelente pedida: você compartilha muito mais, você sorri muito mais, você apoia, incentiva os teus companheiros de viagem nos passeios, você compreende um pouco mais, você trabalha a sua paciência, sua empatia.

Então, um grupo de viagem quando tem uma proposta de buscar a espiritualidade em meio a natureza, se torna poderoso.

Imagina que especial um grupo formado por pessoas leves, mais conectadas a natureza, pessoas de sorriso mais fácil…

O objetivo é sempre montar um grupo dentro de uma proposta de imersão afim de potencializar sua experiência na Chapada Diamantina.

Você transformar essa viagem num numa experiência realmente única que só quem vive sabe.

E claro que não poderíamos deixar de indicar as melhores pousadas de Turismo de bem-estar do Brasil, que passaram pela curadoria da Amo estar bem e hoje, fazem parte da Rota Amo estar bem.

Vila de Igatu: Casa Ecos

Lembre-se sempre: Ame se sentir bem!

PARCEIRO AMO e FONTE PARA ESTE CONTEÚDO: IntoTrip 

TURISMO DE EXPERIÊNCIA •  EXPEDIÇÕES INTO TRIP • GRUPOS ON DEMAND •  ROTEIROS DIFERENCIADOS 

Somos uma comunidade que informa, compartilha e conecta você ao universo de bem-estar e autoconhecimento através do Turismo de bem-estar e Retiros.

Comentários:

  • Felipe

    4 de fevereiro de 2022

    A Chapada Diamantina é um joia do nosso sertão!
    E participar da expedição com a IntoTrip foge ao comum. Só quem viveu sabe 💚🍃

Postar um comentário